Comarca de Itapoá implanta Processo Eletrônico Imprimir E-mail
Justiça
Sáb, 29 de Março de 2014 23:08

O Poder Judiciário de Santa Catarina segue com implantação da digitalização do processo judiciário no Estado. Andamento da instalação da nova versão do sistema utilizado pelo Poder Judiciário (SAJ5) acontece neste começo de 2014 no litoral norte.


Em 10 de março deste ano, Joinville, Itapoá, Guaramirim e Garuva passaram a distribuir processos novos no formato digital, primeira “virada de chave” do ano, completando o Ciclo 7, de um total de 21, com a previsão de que a atualização do sistema para todas as comarcas ocorra até o final de 2014.

Na próxima segunda-feira, 31 de março, as novas comarcas a aderirem ao processo digital serão Araquari, Jaraguá do Sul, Rio Negrinho, São Bento do Sul e São Francisco do Sul (Ciclo 8). Todo o cronograma pode ser acompanhado no portal do Projeto IPE-PG - Implantação do Processo Eletrônico no Primeiro Grau. Em maio de 2013, quando a comarca da Capital recebeu o processo digital em todas as suas unidades jurisdicionais ainda não alcançadas pela atualização, 25% dos processos em trâmite no PJSC já eram digitais.

Pouco menos de um ano depois, já abrangida grande parte das comarcas, os processos digitais saltaram para 43% do acervo total de ativos do SAJ5. Merece menção o fato de que já foram finalizados/arquivados 139.293 processos que tramitaram apenas no formato digital. São atualmente 42 comarcas e 216 varas a operar no SAJ5/Digital.

A atualização de versão do sistema utilizado já há 17 anos pelo Poder Judiciário catarinense iniciou em 2006, quando houve o primeiro recebimento de documentos digitais pelo sistema, encaminhados pela Procuradoria-Geral do Estado de Santa Catarina à comarca de Lages. Em segunda etapa, no dia 9 de maio de 2008, inaugurou-se o encaminhamento de petições por via eletrônica - mesmo para processos físicos -, como ferramenta de preparação dos advogados para a chegada do processo digital.


Processo Judiciário Digital – Tribunal de Justiça de Santa Catarina

Entre os pontos a destacar na implantação do sistema SAJ-PG5, estão economia de recursos - em torno de R$ 20 milhões/ano já em 2015; racionalização de atividades e de tempo de serviço; economia de papel e cuidado com o meio ambiente para cada 172 processos digitais, uma árvore não precisará ser cortada; e extinção de carga física, entre outros.


O tempo gasto é outro fator importante, pois o SAJ-5 representará celeridade no andamento processual a tramitação do processo em formato digital fará com que o fluxo de trabalho se torne ágil.


Durante os encontros para a elaboração do trabalho a ser apresentado, pontos foram destacados, entre eles a capacitação de implantadores; a adequação da infraestrutura de Tecnologia da Informação; planos de trabalho de migração e de comunicação; e serviços de atualização e suporte.


Fonte: Assessoria de Imprensa do Tribunal de Justiça de Santa catarina, com adaptações do Diário de Itapoá.

 

Adicionar comentário

Política de Comentários DI

Ao efetivar um comentário, o internauta concorda com a nossa política de moderação.


Código de segurança
Atualizar